O PL 2.633/2020 vai promover a grilagem de terras na Amazônia Legal? Fato ou fake?

Dando continuidade a nossa série de posts destinados a discussão sobre a retomada econômica pós-pandemia: possíveis caminhos para modernizar a gestão ambiental no Brasil eu gravei uma videoaula de 34 minutos para discutir, com base em fatos e dados, o polêmico Projeto de Lei 2.633/2020. Demonstramos que a aprovação dele não irá promover a grilagem de terras públicas na Amazônia. Trata-se de uma fake que infelizmente irá penalizar os agricultores familiares da Amazônia Legal. Pelo contrário, deixar de aprová-lo é que contribuirá para o aumento do desmatamento ilegal. O verdadeiro problema que precisa ser enfrentadoé a ineficiência gerencial do Incra e o predomínio de sistemas computacionais deficientes neste órgão.
Leia mais ...

Sustentabilidade: estamos utilizando um conceito já ultrapassado?

Inúmeras entidades se dedicam a temática da sustentabilidade no Brasil. No entanto, Benson e Craig (2014) argumentam que não vale mais a pena insistir neste conceito, que é a hora de superá-lo. As autoras argumentam que a constante invocação do conceito de sustentabilidade nos fóruns internacionais ignora o início do antropoceno, nova era geológica marcado por taxas sem precedentes e irreversíveis de perdas de biodiversidade induzidas pelo homem, crescimento exponencial de consumo per-capta de recursos e mudanças climáticas globais. Segundo as autoras, “combinados, estes e outros fatores, estão aumentando a probabilidade de mudanças de regime rápidas e não lineares nos sistemas socioecológicos (SSEs)”. Ainda segundo elas “do ponto de vista político, devemos enfrentar a impossibilidade de definir, e muito menos…
Leia mais ...

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS): como podemos alcançá-los?

Em 2015, a ONU lançou um plano de ação composto por 17 Objetivos e 169 metas com a finalidade de orientar os governos nacionais na construção de políticas públicas voltadas para o alcance do desenvolvimento sustentável, daí serem conhecidos como Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Desde o lançamento, eles vêm despertando grande atenção no Brasil. Inúmeras organizações se dedicam a esta agenda, empresas se empenham em demonstrar como suas ações estão alinhadas aos ODS. No entanto, os resultados obtidos ainda são pífios e a tendência pós-pandemia é de resultados mais negativos ainda. O que podemos fazer para alcançá-los mais rapidamente? Na minha modesta opinião, nós precisamos recordar das boas práticas gerenciais utilizadas corriqueiramente nas empresas e trazê-las para o setor…
Leia mais ...

Sustentabilidade: estamos utilizando um conceito já ultrapassado?

Inúmeras entidades se dedicam a temática da sustentabilidade no Brasil. No entanto, Benson e Craig (2014)* argumentam que não vale mais a pena insistir neste conceito, que é a hora de superá-lo. Para as autoras, a invocação da sustentabilidade nos fóruns internacionais ignora o fato de estarmos no antropoceno, era marcado por taxas sem precedentes e irreversíveis de mudanças ambientais antropogênicas. Para elas o conceito não é ruim. Ele só não é mais útil como objetivo da governança ambiental. No lugar da sustentabilidade, elas propõem o conceito de resiliência como nova orientação para o futuro da governança ambiental. Elas embasam suas propostas na teoria dos estados alternativos de equilíbrio, dos sistemas socioecológicos complexos e na teoria da resiliência de Holling…
Leia mais ...

Vídeos da Palestra Mineração de Ferro em Serro

Nos links abaixo estão os vídeos da palestra sobre "Mineração de Ferro em Serro" realizada no Salão Paroquial no dia 04 de abril de 2018. Vídeo 1 - Conteúdo abordado na palestra Vídeo 2 - O projeto de mineração proposto Vídeo 3 - A mineração vai acabar com a água? * Constatamos após a palestra que os dados estão em litros e não em m3, mas este fato não muda as ordens de grandeza apresentadas Vídeo 4 – A mineração vai poluir a água? Vídeo 5 – A mineração vai poluir o ar? Vídeo 6 – A mineração vai afetar a flora, a fauna e as unidades de conservação? Vídeo 7 – A mineração vai afetar as cavernas? Vídeo 8…
Leia mais ...
Gestão Ambiental Municipal do Século XXI: o que o curso tem de diferente?

Gestão Ambiental Municipal do Século XXI: o que o curso tem de diferente?

Grande parte do século XX no Brasil foi marcada pela a centralização das políticas públicas no governo federal. A situação mudou a partir da promulgação da Constituição de 1988. Desde então, os municípios começaram a ser, cada vez mais demandados para assumirem a prestação de serviços aos cidadãos que antes eram de responsabilidade dos entes federal e estadual. Se por um lado isto é positivo, pois eles estão mais próximos do cidadão e entendem melhor suas necessidades, por outro lado, eles estão despreparados para esta demanda. Os recursos financeiros repassados pelos governos estaduais e federal são incompatíveis com o leque de obrigações assumidas. No campo das políticas ambientais, a descentralização de atribuições se consolidou com a publicação da Lei Complementar…
Leia mais ...

© 2019 | RA Consultoria - Consultoria e Treinamento de Gestão Ambiental.

Desenvolvido por Bn Design

Pressione enter para pesquisar
Pressione enter para pesquisar