Home

A R. A. Consultoria começa a estruturar o Programa de Apoio a Modernização da Gestão Ambiental Municipal em Minas Gerais

A R A Consultoria tem uma ampla experiência no trabalho de apoio a modernização da gestão ambiental brasileira, em especial, a gestão de unidade de conservação estaduais e federais na Amazônia.

Em 2016, a empresa concebeu a Plataforma de Planejamento e Gestão de Áreas Protegidas (PPGAP) voltada, num primeiro momento, para o fortalecimento da gestão das unidades de conservação municipais de Minas Gerais. Desde então, vem buscando patrocínio financeiro para sua implantação. As dificuldades de obtenção de patrocínio encontradas revelaram um triste dado da realidade: tem pouca gente disposta a investir no fortalecimento e modernização da gestão ambiental municipal. Os entes da federação mais carentes de apoio são justamente os que mais enfrentam dificuldades em obtê-lo.

A R A consultoria reconhece a importância dos municípios na solução dos graves problemas ambientais que enfrentamos. Por isso, começa a estruturar o Programa de Apoio a Modernização Ambiental Municipal. A empresa dará início a etapa de levantamento dos principais desafios enfrentados pela gestão ambiental municipal, na qual serão entrevistados 10 secretários municipais de meio ambiente. Após esta etapa, trabalhará no desenvolvimento de produtos que auxiliaram os municípios a enfrentarem as dificuldades identificadas e buscará o financiamento necessário para a implantação dos produtos propostos.

Novo livro - Repensando a Gestão Ambiental no Brasil

O sócio-diretor da R. A. Consultoria, Marcos Araujo é biólogo com mestrado e doutorado em Ecologia, Conservação e Manejo de Vida Silvestre.  Através de seu doutorado concluído em 2004, se abriu um grande campo de aplicação de tecnologias gerenciais modernas na administração de unidades de conservação no Brasil. Esta experiência foi apresentada nos livros Unidades de Conservação no Brasil: da República à Gestão de Classe Mundial (2007) e Unidades de Conservação no Brasil: o caminho da gestão para resultados (2012). 

Na nova publicação, realizada na plataforma digital da Amazon (Kindle), o autor nos mostra a evolução da gestão ambiental nos Estados Unidos desde meados do XIX, o surgimento e evolução da conservação/ preservação dos recursos naturais, do manejo de fauna silvestre, o nascimento e evolução da ecologia americana, da política nacional de meio ambiente e da biologia da conservação. Nos mostra também a evolução da gestão ambiental no Brasil desde o início do século XX, à luz do projeto de desenvolvimento econômico capitaneado pelos diversos governos desde a década de 1930, e como fomos absorvendo os conceitos ecológicos e práticas de conservação desenvolvidas nos Estados Unidos.

Com base na análise do panorama histórico, ele chega uma conclusão provocativa para os biólogos: as bases ecológicas da gestão ambiental no Brasil são extremamente frágeis. Teorias ecológicas foram generalizadas sem o apoio empírico necessário. A legislação ambiental abraçou esta base ecológica frágil e criou uma normatização complexa, cara de ser aplicada e de eficácia duvidosa. Ele mostra também como a hegemonia da visão anticapitalista predominante na área ambiental tem contribuído para piorar a situação. 

No livro, Marcos procura demonstrar que os biólogos têm papel primordial na construção de uma nova gestão ambiental no Brasil. Pesquisas sobre a autoecologia das espécies precisam ser urgentemente valorizadas e daí advir os conhecimentos que ajudarão a definir as diretrizes para a gestão ambiental no Brasil. Clique para ver uma amostra

O que significa PDCA?

O ciclo PDCA representa um método de gestão que pode contribuir efetivamente no alcance das metas organizacionais.

Foi desenvolvida por Walter Shewart, um dos pioneiros da qualidade na década de 1920.

Saiba mais...

images2

Topo