Sustentabilidade: estamos utilizando um conceito já ultrapassado?

Imprimir E-mail
 

Inúmeras entidades se dedicam a temática da sustentabilidade no Brasil. No entanto, Benson e Craig (2014)* argumentam que não vale mais a pena insistir neste conceito, que é a hora de superá-lo.

Para as autoras, a invocação da sustentabilidade nos fóruns internacionais ignora o fato de estarmos no antropoceno, era marcado por taxas sem precedentes e irreversíveis de mudanças ambientais antropogênicas. Para elas o conceito não é ruim. Ele só não é mais útil como objetivo da governança ambiental. No lugar da sustentabilidade, elas propõem o conceito de resiliência como nova orientação para o futuro da governança ambiental. Elas embasam suas propostas na teoria dos estados alternativos de equilíbrio, dos sistemas socioecológicos complexos e na teoria da resiliência de Holling (1973).

Talvez seja um exagero das autoras e o conceito de sustentabilidade não esteja totalmente ultrapassado. No entanto, como as teorias abordadas por elas são praticamente desconhecidas na arena ambiental nacional estou convencido de que estamos chegando despreparados a este importante debate internacional e talvez defendendo efusivamente posições arcaicas. #sustentabilidade #DesenvolvimentoSustentável

 

* MELINDA, M. H. and CRAIG, R. K. 2014. The End of Sustainability. Society and Natural Resources, 0:1–6. Link para o artigo



© 2019 | RA Consultoria - Consultoria e Treinamento de Gestão Ambiental.

Desenvolvido por Bn Design

Pressione enter para pesquisar
Pressione enter para pesquisar